terça-feira, 16 de março de 2010

Vida em Stand-by

Eu acho, melhor, tenho a certeza, que deveria estar a fazer muito mais do que realmente faço. Deveria estar a mandar mais currículos dos que efectivamente mando, deveria tratar dos meus papéis para emigrar com muita mais velocidade do que realmente trato, deveria estar a escrever o meu artigo cientifico, em espera desde Julho do ano passado, deveria fazer mais serviços na Cruz Vermelha dos que os que estou a fazer neste momento, deveria levar a recruta mais a sério, deveria fazer mais exercício, deveria sair mais de casa para ver o sol e o mar, que está mesmo aqui ao pé, deveria sair à noite e ver os meus amigos, devia ir ao cinema de vez em quando, devia comer menos gulodices, devia...devia....devia....

Mas não, o desemprego absorveu-me por completo e sinto toda a minha vida, pessoal e profissional, em stand-by.

Deveria fazer muito mais, e no entanto só me apetece ficar inerte e ouvir disto:




É que este homem, para mim um dos maiores poetas deste País, e a sua voz, fazem-me sentir como se não existisse mais nada no Mundo.....e assim fico!!



RITA

Sem comentários: