sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Somebody is back...

....and I hate it!!!!




ALICE

Não se aceitam queixas

Ontem no trabalho, por volta das 18.30h, vi-me forçada a ligar a um dos nossos fornecedores. A conversa foi mais ou menos esta:

- "Boa tarde, fala da Farmácia (não digo o nome aqui mas chegam lá de certezinha se pensarem na melhor do Mundo, até porque eu trabalho lá...kof kof...modéstia, modéstia) e estou a ligar porque queria fazer uma reclamação de uma factura."

- "Peço imensa desculpa mas não aceitamos reclamações após as 17H. Volte a ligar a partir das 9H de amanhã"

Oi?? Heim?? Depois das 5 estão muito cansados para ouvir queixas dos clientes??? AMEI.

Ora....porque raio é que eu nunca me lembrei disto antes?? Do género quando a minha avó começa a implicar que eu deixo sempre tudo desarrumado.

"Vó...não aceito reclamações depois das 17H. Fala comigo amanhã"

Perfeito!

RITA

sábado, 22 de outubro de 2011

Pérolas da minha avó

Estava eu no computador, quando eu e a minha avó travamos este delicioso diálogo (mais vírgula, menos vírgula):


"Ah, estás no computador. Hum...estás naquilo que agora toda a gente fala??"


"Aquilo o quê, Vó?"


"Aquilo que as pessoas falam muito. Como é que aquilo se chama?? Ai...o fakebook! É assim, não é?"






"Vó...é isso mesmo!! Nunca disseste nada tão acertado!"


Ela ficou contente.


Ainda tentei explicar-lhe como o dito funcionava, mas tornou-se uma tarefa demasiado frustante para as duas.



RITA

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Por favor

Alguém que informe o meu vizinho de baixo que 8 da manhã não é uma boa hora para se furar paredes. E quem diz furar paredes diz partir azulejo ou destruir móveis. 8 da manhã é uma péssima hora.

Não podia ser às 10H?? Ou às 11H? Ou até mesmo às 15H ou 16H??? Tinha mesmo de ser às 8H??

Sorte a minha que tive mesmo de vir trabalhar. Mas pobre da minha avó que quando espreitei no quarto dela estava na cama, com os cobertores até às orelhas, e a murmurar qualquer coisa. Se bem a conheço estava, de certezinha, a chamar-lhe nomes baixinho. E qui çá a rogar-lhe uma praga ou duas!!

Hei-de jurar que aquele homem gosta mais da Black n' Decker dele do que da própria mulher.

sábado, 15 de outubro de 2011

Vou lavar o meu carro




Desejem-me sorte. Vou precisar!

Rita

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Agora é que sim!

Finalmente posso dizer que tenho um carro!!

Sim....é velhinho, foi herdado, não tem ar condicionado, nem fecho central, nem estofos de couro. Maaaaas....tem quatro pneus, anda e não chove lá dentro!!

E É MEU!!!!

RITA

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

sábado, 1 de outubro de 2011

Hoje deu-me para as lamechices

Bem sei que 99% das vezes sou céptica e desconfiada.
E bem sei que quase nunca acredito no amor, e nas "romantiquisses" piegas que lhes estão inerentes.
A vida fez-me assim.
Bem sei que quase sempre lhe massacro a cabeça com promenores nada importantes.
Bem sei que isto não era suposto ser um blog para "isto", contudo isto acaba por ser um blog sobre tudo. E sobre nada, para falar verdade.

Mas hoje, e só hoje, apetece-me acreditar.
E apeteceu-me ser romântica.
E lamechas.
E piegas.
Apetece-me gritar que estou feliz.
E que gosto dele.
E que goste que ele goste de mim.
Só hoje, apetece-me acreditar num futuro, e que ele existe. E que é bom.

Hoje deu-me para as lamechices.
Perdoem-me! (Amanhã passa).
Mas ele merece.




RITA