quarta-feira, 23 de junho de 2010

CUPCAKES


QUERO COMER UMA COISA DESTAS!!!


No outro dia, andava eu a pavonear-me nos corredores de um shops cá da Capital, e aparecem-me os bons dos cupcakes à frente. De imediato pensei: QUEEERROOO...são meus, ninguém mos vai tirar, vou labuzar-me, empantorrar-me...


Olhei para baixo e a minha amiga banha mirou-me e piscou o olho, como que dizendo: "sim, continuo aqui"!


Foi aí que decidi: Pronto, só um...para matar a gula, o desejo. Que mal pode fazer? Um bolizito daqueles, piquinito, inocente, inofensivo...não pode ter assim tantas calorias!! É isso...vai ser só um...


Aproximei-me então, cheiinha de intenções de matar a minha obcessão, olhei para a tabela de preços e num ápice as minhas dúvidas dissiparam-se. Afinal estava mesmo gorda, até para um mini cupcake de 4 euros e meio...CHIÇA!!


Gorda e pobre, é como estou....será que o meu destino já é agora??
ALICE

domingo, 20 de junho de 2010

Lar, Doce Lar


Ena ena...ando tão contente com o meu novo trabalho (not) que nem tenho vontade de andar por aqui a contar as novidades.


Isto de ser enfermeira e andar a conduzir uma autocaravana todos os dias não era propriamente o meu sonho de criança mas é o que há....toma e embrulha.


E pergunto eu: cadê as picas, e o sangue, e as lágrimas, e o alívio, e os olhares de agradecimento eterno??? Heim??? Cadê?


E depois há outra coisa: A capital.....oh senhores, a capital...

Ando a esforçar-me por gostar de viver em Lisboa mas não está fácil.


E porque não gosto, perguntam vocês????

A razão principal é que, na maioria das vezes, tenho de pagar 65 cêntimos por um café. É um ultraje...e depois há o trânsito, os apitos, o cheiro a suvaco no metro, demasiadas pessoas amargoradas e antipáticas por metro quadrado, as ruas imundas...o estádio de alvalade (eheheh)!!!


Bem sei que há coisas fabulásticas por descobrir...mas por algum motivo estúpido ainda não me dei ao trabalho de as procurar.


Sujestões aceitam-se!!


Mas não há nada como a nossa casa e é por isso que todas as semanas me dou ao trabalho de fazer os 400 e tal km de regresso....


Home Sweat Home...
RITA